Você está visualizando atualmente O que é a acne e como ela pode ser tratada?

O que é a acne e como ela pode ser tratada?

  • Categoria do post:Saúde

A acne é um distúrbio inflamatório da pele que ocorre quando as unidades pilossebáceas ficam inflamadas ou infectadas, resultando em cravos, espinhas, cistos, nódulos e cicatrizes. 

Ela é bastante comum durante a puberdade devido ao aumento da produção de hormônios femininos (estrógeno) e masculinos (andrógeno).  

Embora a maioria dos casos desapareça na segunda década de vida, algumas pessoas continuam a ter sintomas na idade adulta, até por volta dos 35 anos.  

A acne é um dos principais motivos de consulta dermatológica, afinal, ela também afeta a autoestima, principalmente dos jovens. Por isso, é importante entender como ela surge e como pode ser tratada. 

Quais são as causas da acne? 

Pode ter diversas causas, que envolvem fatores genéticos, hormonais, ambientais e emocionais. Algumas das principais causas são: 

  • História familiar de acne: se os pais ou irmãos tiveram acne, há maior chance de desenvolver a doença. 
  • Alterações hormonais: os hormônios masculinos (testosterona) estimulam as glândulas sebáceas a produzir mais sebo. Por isso, a acne é mais frequente na puberdade e quando ocorre algum desbalanço hormonal, como na Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP). 
  • Uso de medicamentos: alguns remédios podem provocar ou piorar, como corticoides, anabolizantes, antidepressivos e anticoncepcionais. 
  • Alimentação inadequada: alimentos ricos em gordura, açúcar e carboidratos podem aumentar a inflamação da pele e favorecer a acne. 
  • Tabagismo: o cigarro prejudica a circulação sanguínea e a oxigenação da pele, além de aumentar o estresse oxidativo e a inflamação. 
  • Estresse: o estresse eleva os níveis de cortisol, um hormônio que estimula a produção de sebo e piora a acne. 
  • Uso de produtos oleosos: cosméticos, maquiagens e protetores solares que contêm óleo podem obstruir os poros e causar acne. 
  • Resistência à bactéria Cutibacterium acnes: essa bactéria é responsável pela inflamação dos poros. Algumas pessoas podem ter uma resposta imunológica mais intensa à sua presença, gerando uma acne mais severa. 

Como a acne pode ser tratada? 

O tratamento depende do tipo, da causa e da gravidade da doença. O objetivo é reduzir a produção de sebo, acelerar a renovação das células da pele, controlar a infecção e diminuir a inflamação. 

O tratamento deve ser orientado por um(a) médico(a) dermatologista, que pode indicar o uso de produtos tópicos (cremes, géis ou loções) ou medicamentos orais (antibióticos, anti-inflamatórios ou retinoides), conforme o caso. 

A acne leve pode ser tratada com medicamentos tópicos, aplicados diretamente na pele, que agem matando as bactérias (antibióticos) ou desobstruindo os poros e reduzindo a oleosidade (comedolíticos).  

Os cravos e comedões podem ser removidos por um médico através da extração, utilizando agulhas estéreis e extratores específicos. 

Em casos de acne mais extensa, que não pode ser tratada apenas com medicamentos tópicos, o médico pode prescrever antibióticos para serem tomados por via oral. 

Com o auxílio de um(a) médico(a) dermatologista, é possível criar uma rotina de skincare que diminua a produção de acne e, além disso, realizar procedimentos estéticos que melhorem o aspecto da pele. 

Os peelings químicos, por exemplo, utilizam uma solução para remover as camadas superficiais da pele, estimulando a renovação celular e melhorando a sua textura. Para a acne leve a moderada, os peelings com ácido podem ser eficazes. Eles desobstruem os poros e reduzem o acúmulo de sebo, além de estimularem a produção de colágeno, ajudando a reduzir cicatrizes e marcas de acne. 

A terapia fotodinâmica e outros tratamentos com laser também podem ser usados no combate às bactérias causadoras da acne. 

Tratamentos a laser utilizam uma fonte de luz intensa para atingir as camadas mais profundas da pele e agem diretamente na inflamação, reduzindo a gravidade da acne e o risco de evoluírem para cicatrizes. O laser também ajuda a reduzir as manchas e as cicatrizes de acne. 

Quem procurar para tratar acnes e espinhas? 

É possível diminuir o surgimento de acnes e espinhas com mudanças na alimentação e no estilo de vida. Porém, é essencial contar com um(a) médico(a) dermatologista especializado(a) em tratamentos de pele e cirurgias estéticas, para garantir resultados mais duradouros e seguros. 

Com o apoio de um(a) profissional é possível identificar a causa exata da acne e agir de maneira assertiva no tratamento. 

Por isso, se você está sofrendo com acnes e espinhas e deseja um tratamento especializado, fale comigo!  

Vamos cuidar da sua pele e devolver a sua autoestima!