Você está visualizando atualmente Olheiras: Quais Os Tipos, Causas e Tratamentos? 

Olheiras: Quais Os Tipos, Causas e Tratamentos? 

  • Categoria do post:Saúde

Aquelas manchas escuras ao redor dos olhos, popularmente chamadas de olheiras, são um incômodo para muitas pessoas. 

Elas também podem estar associadas a diversos fatores como alteração do pigmento da região, cansaço e problemas de vascularização. 

Por isso, é importante entender quais os tipos e causas destas olheiras, para que seja possível tratar e melhorar não apenas questões estéticas, como também a qualidade de vida. 

Tipos de olheiras 

As olheiras podem ser classificadas em quatro tipos, de acordo com a sua origem e a sua cor. 

Olheiras vasculares 

São causadas pela dilatação dos vasos sanguíneos da região dos olhos, que ficam mais visíveis sob a pele fina e delicada. Elas têm uma coloração azulada ou arroxeada, e podem variar de intensidade conforme a circulação sanguínea. 

Esse tipo de olheira é mais comum em pessoas com pele clara, e pode ser agravado por fatores como alergias, cansaço, estresse e falta de sono. 

Olheiras pigmentares 

São causadas pelo excesso de melanina, o pigmento que dá cor à pele, na região dos olhos. Elas têm uma cor marrom ou amarelada, e podem ser hereditárias ou adquiridas por fatores como exposição solar, envelhecimento, uso de medicamentos ou alterações hormonais.  

Esse tipo de olheira é mais comum em pessoas com pele morena ou negra. 

Olheiras estruturais 

São causadas pela anatomia da face, que apresenta uma depressão ou uma saliência na região dos olhos, criando uma sombra que resulta no aspecto da olheira. Elas têm uma cor acinzentada ou escurecida, e podem estar presentes desde o nascimento ou surgir com o passar dos anos, devido à perda de gordura e estrutura da pele.  

Esse tipo de olheira é mais comum em pessoas com olhos fundos ou proeminentes, e pode ser corrigido com procedimentos estéticos. 

Olheiras mistas 

São causadas pela combinação de mais de um fator dos tipos anteriores, resultando em uma olheira mais complexa.  

Elas podem ter uma cor variada, dependendo da proporção de cada causa envolvida. 

Causas das olheiras 

As olheiras podem ser causadas por diversos fatores. Às vezes, até por vários deles ao mesmo tempo. 

Mas os principais são: 

Fatores genéticos:  

  • Algumas pessoas têm uma predisposição genética para desenvolver olheiras, seja pela cor da pele, pela anatomia da face ou pela produção de melanina. 
  • Fatores genéticos também costumam gerar aumento da vascularização local e, por conta disso, os vasos podem ser vistos por transparência na pele. 
  • Também pode ser a causa para a hiperpigmentação local, fazendo com que a melanina e a hemossiderina se acumulem de maneira acentuada. 

Idade: 

  • Com o passar dos anos, a pele perde elasticidade, firmeza e hidratação, ficando mais fina e flácida. Além disso, há uma redução da gordura e do colágeno na região dos olhos e do terço médio da face, favorecendo o aparecimento das olheiras. 

Estilo de vida: 

  • Hábitos como fumar, beber álcool, dormir mal ou pouco, se alimentar de forma inadequada, se expor ao sol sem proteção e viver sob estresse podem contribuir para o surgimento ou o agravamento das olheiras, pois prejudicam a saúde da pele e a circulação sanguínea. 

Doenças: 

  • Algumas condições médicas podem causar ou piorar as olheiras, como anemia, hipotireoidismo, sinusite, rinite, conjuntivite, dermatite atópica e outras alergias.

Medicamentos: 

  • Alguns remédios podem provocar ou intensificar as olheiras como um efeito colateral indesejado, como anticoncepcionais, antidepressivos, anti-inflamatórios e antialérgicos. 

Existe tratamento para as olheiras? 

Olheiras são uma queixa frequente dos pacientes. Pensando nisso, existem diversas opções de tratamento, que partem desde uma boa noite de sono e mudanças de hábitos, como se alimentar melhor e parar de fumar, até procedimentos estéticos mais completos. 

A seguir, veja os três principais tipos de tratamentos possíveis para acabar com as olheiras. 

Tratamentos clínicos 

São aqueles que usam cremes ou loções específicos para a região dos olhos, que podem ter ação clareadora, hidratante, antioxidante, anti-inflamatória ou estimulante da circulação. 

Esses tratamentos são indicados para casos leves ou moderados de olheiras, e devem ser usados diariamente, seguindo as orientações do dermatologista. 

Tratamentos estéticos 

São utilizados aparelhos ou substâncias injetáveis para tratar as olheiras, como lasers, peelings, bioestimuladores, luz pulsada, ultrassom, preenchedores dérmicos, entre outros.  

Esses tratamentos são indicados para casos moderados ou severos de olheiras, e devem ser realizados em sessões periódicas para garantir sua eficácia. 

Tratamentos cirúrgicos 

São aqueles que usam técnicas cirúrgicas para corrigir as olheiras, como a blefaroplastia. Esses tratamentos são indicados para casos severos ou refratários de olheiras, e devem ser realizados por um(a) dermatologista qualificado(a), especializado(a) em laser, estética e cirurgia. 

Portanto, se você ou alguém que você gosta está incomodado com as olheiras, fale comigo e marque uma consulta. Juntos podemos descobrir as causas e definir um tratamento assertivo, acabando de vez com as olheiras e garantindo mais autoestima e bem-estar a você.